abobadas aladas

Coisa de homem

Posted on: 06/05/2011

Estou fazendo uma matéria sobre gênero na faculdade e sempre saio de lá com a cabeça à mil, pensando no quanto que a nossa sociedade insiste em separar tudo entre coisas de mulher e coisas de homem. Não só os próprios, mas ouso dizer que principalmente nós, mulheres reproduzimos esse discurso em vários momentos.

A Laély, do blog saladala, fez um post outro dia falando das propagandas de produtos de limpeza, que quase sempre são voltadas para o público feminino. Como se nós fossemos as únicas responsáveis pela limpeza do lar. Não só propagandas de produtos de limpeza, mas tbm de produtos para bebês. As mulheres são sempre as protagonistas da troca de fraldas. Não aguentei (já vim da aula pensando nisso mesmo) e escrevi um comentário-desabafo.

Aqui em casa, a gente sempre tenta dividir todas as tarefas. Todo mundo cozinha, limpa banheiro, lava a louça, sem divisão sexual de tarefas. Além disso, pra gente não existe papo de homem e papo de mulher. Félix fala de decoração e comida, por exemplo. Ele contribui muito com o blog (é meu colaborador), dando idéia de posts, separando imagens legais. Dá uma olhada na luminária super mega legal que ele encontrou por aí:

Não é super descolada? E a execução não deve ser muito difícil.(vou ficar devendo a fonte)

Outra coisa que ele tbm achou por aí foi essa tv, meio retrô, meio modernista:

E vcs não sabem da maior. Ele descobriu que ela está à venda no submarino, por um precinho razoável! Vai lá dar uma olhadinha, vai!

Ah, e vcs sabem que foi ele que fez essa luminária aqui em baixo, né?

Pra vc ver…decoração é papo de homem!

4 Respostas to "Coisa de homem"

Também acho esse sexismo o óh! Ontem fui à Fnac e lá estava a prateleira com sugestões pro dia das mãe: criação de filhos, romances água com açúcar e é claro, receitas! bem clichê! E o pior é aquele papo: “meu marido me ajuda muito em casa!” Ou seja, a obrigação é “minha” mas é ele é tão legal que me ajuda! Affff… em tempo: Adorei a tv!!

Essa coisa do “ele me ajuda tanto” dá nos nervos mesmo!
A gente tem que estar sempre de olho nessa coisa de gênero, pq as vezes uma coisa muito simples contribui para perpetuar essa relação desigual.
Bjs, Fernanda

Thais, gosto muito dos teus escritos, sempre inteligentes, com leveza e beleza e principalmente com excelente humor.
Fico pouco tempo em casa e meu esposo acaba sendo o dono da casa, nas horinhas de sossego eu adoro encher meus cantos de encantos. Queria ter tua coragem para cores, mas ainda estou no branco-preto-vermelho. Aliás a TV retrô já embeleza minha sala há algum tempo. Qualquer hora te envio um e-mail com fotos do meu lar.

Estou aguardando as fotos, Georgia!
Adoro ver as casas alheias!
Sobre as cores…não tem jeito…tem que arriscar. Se der errado, pelo menos tem história pra contar!
Bjo e muito obrigada pelo comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Thaís Berzins

Arquivos

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 75 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: